01 / Julho / 2020

1 desafio e 3 oportunidades para a gestão da operadora no pós-pandemia

1 desafio e 3 oportunidades para a gestão da operadora no pós-pandemia

 Aprimorar relacionamento com o beneficiário e investir em estratégias de medicina preventiva e promoção da qualidade de vida são caminhos para o futuro da Saúde Suplementar

O combate ao coronavírus evidenciou inúmeros gargalos da gestão de operadoras de Saúde, passando pela relação com beneficiários a questões financeiras. E o futuro pós-pandemia se apresenta como um desafio ainda maior, especialmente com relação à manutenção desses beneficiários. Afinal um dos principais efeitos do isolamento social imposto pela Covid-19 é a crise econômica e o consequente desemprego.

"Apenas em torno de 25% da população brasileira têm acesso a planos de saúde e, com a recessão, esse percentual deve cair", ressalta Rodrigo Guerra, especialista em finanças, inovação em Saúde e superintendente executivo da Central Nacional Unimed (CNU). No Brasil, 46,9 milhões de pessoas possuem plano de saúde, sendo que 37,9 mil estão na modalidade coletiva - e correm risco de perder o benefício caso sejam demitidos. Os dados, referentes a março de 2020, são da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Apesar do cenário desafiador, o especialista destaca a chance de a gestão da operadora se reinventar. Guerra detalha três das principais oportunidades para essa transformação abaixo:

1.Estreitar o relacionamento com o beneficiário

Estabelecer formas de otimizar o relacionamento com o cliente é uma estratégia amplamente aplicada em um mercado cada vez mais exigente por personalização de serviços. Para a gestão da operadora, essa pode ser uma das chaves não apenas para fidelizar o beneficiário, mas também para trazer melhores resultados para a atenção à saúde.

Melhorar essa relação ganha ainda mais urgência ao analisar que, dos 206 beneficiários de planos de saúde ouvidos em levantamento do jornal Nexo, menos da metade (44%) receberam algum contato de sua operadora sobre cuidados relacionados ao coronavírus. E apenas quatro afirmaram ter passado por um contato mais personalizado, via telefone.

"Precisamos estar presentes no cuidado das pessoas em todos os momentos, não apenas quando elas estão doentes. Conhecer as necessidades dos beneficiários e, com isso, cuidar do modelo de atenção de forma mais personalizada e assertiva resulta em custos mais razoáveis, melhora os indicadores de saúde e aumenta a fidelização", garante Guerra.

2. Utilizar dados em prol da gestão

Para o especialista, o uso de um sistema de gestão para operadora e outras ferramentas de coleta e análise de dados é crucial para realizar uma gestão eficiente da saúde populacional da carteira. "Sem dados e inteligência para interpretação deles, o cuidado na jornada do cliente é um voo cego", sintetiza.

Guerra salienta que muitos beneficiários buscam desordenadamente especialistas para resolver um mesmo problema, o que impacta no consumo de serviços em Saúde. O uso de dados se torna, portanto, uma estratégia inteligente da gestão da operadora para endereçar questões como essa, aliado, também, a um modelo de atenção primária. "Coletar, interpretar e, principalmente, produzir uma linha de cuidado assertiva é o caminho para a Saúde Suplementar."

3. Focar na prevenção

Modelos com foco em medicina preventiva auxiliam na jornada de transformação da gestão de operadoras e reinvenção de negócios, garante Guerra. "Esses formatos garantem mais previsibilidade do crescimento dos custos. Assim, o plano de saúde cabe nos orçamentos de empresas e pessoas. Para esse propósito, a atenção integral à saúde é a mais indicada", diz ele, detalhando que o conceito promove o autocuidado e a prevenção com mais assertividade.

Para alcançar esse patamar, é preciso, também, investir na capacitação dos profissionais de Saúde. "[Esse investimento] influencia diretamente na qualidade do trabalho. As experiências mostram que esse é o caminho e apostamos nele para transformar a vida das pessoas e levar assistência para todos", destaca o especialista.

eBook: Sistema Unimed: desafios na gestão de operadoras de Saúde

eBook: Sistema Unimed: desafios na gestão de operadoras de Saúde

Baixar