24 / Dezembro / 2015

Exame de mamografia: os benefícios dos visualizadores especializados

exame de mamografia

A mamografia é um dos principais métodos de rastreio e prevenção disponíveis na área da saúde. O exame nada mais é que um estudo radiográfico por meio de raios-X com baixo índice de radiação das mamas, que pode detectar precocemente lesões sugestivas de tumores da mama, mesmo que ainda não sejam palpáveis ao exame manual. A detecção dessas lesões e a confirmação do diagnóstico por meio de outros exames complementares pode guiar o tratamento rápido e muitas vezes efetivo de um grande número de doenças, principalmente o câncer de mama, que dependendo do tamanho, tipo histológico e grau de diferenciação celular do tumor pode ser tratável de forma eficiente se descoberto em estágios iniciais, reduzindo em até 30% os casos de morte pela doença, por isso a importância e necessidade da realização do exame de mamografia rotineiramente.

Quando começar a fazer o exame de mamografia?

O estudo mamográfico deve ser realizado, anualmente, em todas as mulheres a partir de 40 anos de idade ou dez anos antes do descobrimento de câncer de mama em parentes de primeiro grau, ou seja, filhas de mães que descobriram neoplasia mamária aos 45 anos de idade, por exemplo, devem ser submetidas a primeira mamografia aos 35 anos. É de extrema importância que o exame seja feito entre intervalos regulares de tempo e que a mamografia anterior esteja sempre em mãos, já que o acompanhamento deve ser feito fazendo um comparativo entre o exame atual e os anteriores.

Pacientes com próteses mamárias podem realizar o exame de mamografia sem hesitar, já que existem manobras específicas para colocação das mamas com próteses nos aparelhos de mamografia. Gestantes também podem realizar a mamografia, caso seja solicitada pelo médico, contanto que faça uso de um colete abdominal de chumbo, que evita a passagem da radiação para o feto.

A realização da mamografia não é indicada para pacientes com menos de 25 anos de idade, sendo preferível a ultrassonografia caso haja necessidade de um exame mamário nessa faixa etária.

Como é feita a mamografia?

O exame de mamografia não é um exame demorado, levando em média de 10 a 15 minutos para cada paciente. Com a paciente em pé, as mamas são comprimidas superior e inferiormente por duas placas planas, de forma que todo o tecido mamário deve ser submetido as radiações. Como a peça de cima da roupa será retirada durante ao exame, é sugerido a paciente que compareça ao exame com duas peças de roupa, para que somente a parte superior necessite ser retirada, além de não passar cremes ou talcos nas mamas e axilas. O exame também pode ser um pouco desconfortável, assim, deve-se tentar agendar o exame para depois do período menstrual, já que durante esse a paciente pode referir maior dor durante a mamografia.

Além disso, é muito importante levar consigo os exames anteriores, de preferência os três últimos, mesmo que sem alterações, para haver um comparativo da evolução dos exames.

Quais são os tipos de mamógrafos disponíveis?

Existem dois tipos principais de aparelhos para realização do exame de mamografia. O laudo da mamografia deve ser feito de acordo com o BI-RADS, classificação internacional dos exames de mamografia, que variam de 0 a 6, sendo que, quanto maior o número, maior a chance de ser uma lesão maligna, sendo assim, em alguns casos, a paciente deve refazer a mamografia em um período mais curto de tempo, realizar outro exame de imagem a critério médico ou até mesmo já realizar a biópsia da região desejada. A biópsia dá a certeza do diagnóstico de câncer de mama, a mamografia é apenas um exame de rastreio.

A mamografia convencional é o método mais antigo e ainda predomina em muitas regiões de nosso país. É baseada na impressão da radiografia da mama em um filme, o que pode causar alguns problemas na leitura do exame, como uma impressão ruim e dificuldade na visualização de um quadrante ou segmento específico da mama. Já a mamografia digital é o método mais atual, possui qualidade da imagem superior a convencional, além de ficar armazenada em um sistema informatizado, o que evita a perda do exame, além de transmitir características mais específicas de determinada lesão encontrada no exame.

Quais são as vantagens em utilizar a mamografia digital?
É possível detectar a presença de lesões sugestivas de câncer de mama com os dois tipos de mamografia. Porém, a mamografia digital possui vantagens em comparação a tradicional:

Qualidade da imagem: a visualização mais precisa de nodulações ou calcificações, lesões características de câncer de mama, pode auxiliar na detecção mais precoce da doença, o que leva a um tratamento muito mais efetivo.
Zoom digital: a capacidade da mamografia digital em ampliar as imagens suspeitas de malignidade também pode auxiliar no diagnóstico precoce da doença.
Diversidade de imagens: a digitalização do exame permite a mudança de ângulos e aferição da extensão da lesão, permitindo uma melhor visualização das características do tumor.
Agilidade na realização e laudo do exame: por ser informatizado, a imagem pode ser visualizada diretamente pelo radiologista, não necessitando esperar a impressão para emitir um laudo. O médico pode, simultaneamente a realização do exame, ampliar ou mudar a posição das mamas para visualização de determinada área suspeita. Esse conjunto de medidas auxilia na velocidade e número de exames realizados, pois diminui o tempo e aumenta a eficácia dos exames.
Aumento do número de pacientes que podem realizar o exame: a mamografia digital parece ser muito mais efetiva em pacientes com mamas densas ou naquelas com menos de 25 anos de idade, nas quais a mamografia convencional não possui uma boa visualização do tecido mamário.
Suporte DICOM: a DICOM, sigla em inglês que significa ''Imagem Digital e Comunicação em Medicina'', foi criada com objetivo de padronizar as imagens e seus formatos de arquivamento e transferência com o objetivo de criar um padrão internacional do exame, que possa ser transmitido em diversas partes do mundo, facilitando a comunicação entre os profissionais da saúde e estabelecendo um padrão de qualidade aos exames de mamografia e sua interpretação.
Você já conhecia as vantagens da mamografia digital? Curta nossa página no Facebook para obter mais dicas como essa.