12 / Novembro / 2015

Saiba os ganhos garantidos com software de gestão de saúde pública

saúde pública

Assim como em instituições privadas de saúde, implementar um sistema de tecnologia da informação para gestão da saúde pública traz mais do que benefícios para o paciente que utiliza o serviço. Além de proporcionar resultados em qualidade e valores a todos os envolvidos na assistência à saúde pública, o principal propósito de um investimento dessa natureza deve ser oferecer melhorias principalmente aos gestores dessas instituições.

O primeiro grande problema do atendimento na saúde pública é a comunicação. A falta de um sistema de TI unificado em todas as unidades pode acarretar em retrabalho nos postos de saúde. Pode acontecer, por exemplo, de um paciente realizar o mesmo procedimento em diferentes unidades, sem necessidade. A geração de um histórico online do paciente, que pode ser acessado pelo médico encarregado do atendimento e qualquer outro profissional envolvido no caso, é uma boa solução para isso.

Um reflexo dessa organização proporcionada por um software de gestão é a diminuição de filas e atrasos no atendimento. No caso de necessidade de alterar algum horário, o paciente pode ser informado com antecedência. É possível também estimular a troca de informações entre especialistas e clínicos gerais. Isso, na ponta final, estimula o aumento de consultas.

Do ponto de vista de gestão, a organização do atendimento em instituição de saúde pública permite economizar recursos ao calcular atendimentos e exames e distribuir melhor os médicos e enfermeiros pelas diferentes unidades, evitando insuficiência de profissionais. Os softwares de gestão ainda permitem organizar, gerenciar e monitorar estoques e entregas de medicamentos, sobretudo daqueles remédios de distribuição controlada. Também agilizam procedimentos operacionais de hospitais e postos de saúde, como fichas de pacientes e receitas e ajudam a racionalizar os gastos mediante controle de estoques e compras.

Mesmo tendo como objetivo principal a diminuição do tempo gasto pelo usuário para tratar de problemas de saúde, um software de gestão integrada também auxilia o gestor ao subsidiar a sua tomada de decisão, fornecendo-lhe uma base de dados organizada, consistente, completa e georeferenciada, baseada no Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP). Na outra ponta possibilita o aperfeiçoamento do processo de gerenciamento da rede pública de saúde, diminuindo o custo da assistência prestada.