28 / Setembro / 2020

Técnicas inovadoras de visualização de imagens médicas via PACS

Técnicas inovadoras de visualização de imagens médicas via PACS

O avanço da tecnologia permite que as imagens sejam muito mais próximas do real, trazendo ainda mais confiabilidade e segurança à tomada de decisão

A tecnologia trouxe inegáveis avanços à gestão do cuidado ao paciente. No âmbito da medicina diagnóstica, a evolução de sistemas de visualização de imagens foi indispensável para agregar assertividade ao tratamento e eficiência operacional à gestão e aos fluxos de trabalho.

"A tarefa de transmitir o entendimento ao médico solicitante e demonstrar o entendimento anatômico do achado do exame de forma mais inteligível é tão importante quanto o diagnóstico, principalmente nos casos com propostas cirúrgicas", comenta Bruno Aragão Rocha, médico radiologista do corpo clínico do Hospital Sírio Libanês e Grupo Fleury.

O especialista aponta que cada vez mais ferramentas que promovem a otimização de imagens médicas via Sistema PACS (sigla do inglês Picture Archiving and Communication System) ganham espaço e têm sido rotineiramente incorporadas às tarefas cotidianas de especialistas, com intuito de garantir exatamente essa transmissão mais assertiva de informações para médicos solicitantes dos exames.

Para Aragão, essas ferramentas são úteis principalmente em casos cirúrgicos, porque o entendimento espacial da anatomia do órgão -  promovido pelas ferramentas - amplia o horizonte de análise e precisão do médico.

O radiologista cita como exemplo de uso casos cirúrgicos de ortopedia, como fraturas, deformidades ósseas, tumores ósseos complexos; e cirurgia vascular, para planejamento colocação de endopróteses aórticas. "[Neste último caso], o entendimento espacial do colo do aneurisma é extremamente importante e os cirurgiões têm grandes benefícios ao ter acesso a esse tipo de imagem", aponta.

Técnicas de visualização

Conheça abaixo algumas das principais técnicas de visualização e pós-processamento de imagens disponíveis no PACS:

  • Renderização 3D e 4D: otécnicas de renderização em 3D são utilizadas há algum tempo e o que chama mais atenção atualmente é o nível de aprimoramento da ferramenta, "com graus de realismo impressionantes, acrescentando texturas, iluminação e sombras de forma a tornar a imagem renderizada muito parecida com uma peça anatômica real", sinaliza. Ter a tecnologia aplicada à Saúde impacta diretamente na condução acertada de tratamentos.  "Uma fratura complexa de fêmur, sendo demonstradas numa reconstrução 3D realista, permite o entendimento espacial claro e rápido do tipo de fratura para o ortopedista numa emergência, por exemplo", elucida Aragão;

 

  • Segmentação volumétrica e medições automatizadas de regiões anatômicas: softwares de segmentação avançada têm se popularizado no pós-processamento, porque permitem medidas volumétricas complexas - incluindo simulações cirúrgicas. "Um exemplo de uso prático disso, são os softwares que permitem cálculo de volumetria hepática, inclusive simulando propostas cirúrgicas diferentes e mostrando os volumes do fígado remanescente em cada abordagem", ressalta. "No campo da cirurgia de fígado, no qual de remove grande quantidade de parênquima hepático devido a tumores, o entendimento espacial inclusive com cálculo preciso de volumes também é extremamente importante para o sucesso da terapia."

Ganho secundário - mas não menos importante

Aragão salienta que há um ganho secundário e geralmente não comentado - porém relevante - trazido pelo uso de tecnologias: a percepção de valor. "Tanto para o médico solicitante como para o paciente, a percepção de valor aumenta bastante quando são adicionados elementos que facilitam o entendimento de todos e demonstram o uso intensivo da melhor tecnologia no seu cuidado", diz.

Com a chegada da nuvem e da mobilidade, a evolução tecnológica permite, ainda, que imagens sejam entregues e analisadas em plataformas distintas - o que também traz ganhos ao diagnóstico e tratamento. "Outras inovações recentes têm sido o veículo no qual essa informação pode ser entregue, não somente se limitando à tela convencional de um computador, mas também a dispositivos de realidade virtual e aumentada ou de forma prática em celulares e tablets", completa Aragão.

                                                                                     

eBook: Medicina diagnóstica: 7 alertas de como evitar baixar a performance

eBook: Medicina diagnóstica: 7 alertas de como evitar baixar a performance

Baixar eBook